A escola

HISTÓRICO DA UNIDADE FISK DE TAUBATÉ

SAM_0094SAM_0103SAM_0125

A FISK – CENTRO DE ENSINO DE TAUBATÉ foi fundada na cidade há 40 anos e há 10 anos está sob a direção da professora Rita de Cássia Luz Soares Azevedo , também diretora e fundadora da unidade Fisk de Caçapava, há 40 anos, e de Matheus Luz Soares Azevedo. Após passar por dois endereços na cidade, sempre ao redor da Praça Santa Terezinha,  buscando ampliar as instalações para os alunos, inaugurou seu prédio próprio à Rua Engenheiro Fernando de Matos, 289,  outra rua de acesso à Praça Santa Terezinha, em fevereiro de 2014. O prédio próprio foi a  realização  do sonho antigo de Luciano Azevedo, mantenedor da Fisk de Caçapava e grande empreendedor na construção do prédio próprio de Taubaté, onde foram construídas amplas salas de aula e todos os ambientes necessários para oferecer um bom atendimento aos alunos e pais,

A professora Rita Luz é uma das mais antigas diretoras de escola de rede Fisk, tendo sido pioneira na implantação do método personalizado na rede.

A Fisk de Taubaté tem acompanhado o avanço das técnicas pedagógicas e tecnológicas, buscando sempre a melhor forma de oferecer aos seus alunos  o compromisso de sua tradição e as conquistas da inovação.

As funcionárias mais antigas da escola são as professoras Mariana Galvão e Vanessa Silva, que há 10 anos trabalham em conjunto com Rita e Natália Leite, coordenadora pedagógica da unidade.  Muito unido, e compartilhando os mesmos ideais educacionais, o grupo de  diretores, coordenadores, professores e secretárias da Fisk de Taubaté,  sempre buscaram trilhar pelos melhores caminhos, o que pode ser medido pelas centenas de alunos formandos e de alunos pós graduados.

A coordenação geral da escola está a cargo de uma equipe multidisciplinar formada pelos psicólogos Davi Luz Soares Azevedo e Ana Luiza Luz Soares Azevedo e da psicopedagoga Natália Leite.

 

HISTÓRICO DA UNIDADE FISK DE CAÇAPAVA

IMG_8749-12IMG_8719-3SAM_0080

A FISK – CENTRO DE ENSINO DE CAÇAPAVA, que antigamente se chamava apenas ESCOLA FISK, foi inaugurada em julho de 1976. Após passar por três endereços na cidade, sempre buscando ampliar as instalações para os alunos, inaugurou seu prédio próprio em fevereiro de 1990, endereço que ocupa até  hoje, à Rua Marquês do Herval 371. Em 2008, sentindo necessidade de mais espaço para abrigar outros espaços destinados aos alunos e equipe de trabalho, Luciano e Rita adquiriram também o prédio ao lado da escola, no número 373, onde funciona o Centro de Estudos, as salas de trabalho da equipe, e o Centro de Treinamento e de Psicologia “Humanitas”.

Durante muito tempo, a Fisk foi a única Escola de Inglês e Espanhol da cidade, e somente em 1993, 17 anos após a sua fundação, surgiram as outras escolas.

Fundada pela professora Rita de Cássia Luz Soares Azevedo e por Benedito Luciano de Freitas Azevedo, a Fisk tem sido a líder de mercado em Caçapava durante esses 40 anos de existência em Caçapava, período em que já passaram por ela, mais de 30.000 alunos.

A professora Rita Luz é uma das mais antigas diretoras de escola de rede Fisk, tendo sido pioneira na implantação do método personalizado na rede, formando com Luciano Azevedo uma dupla que se dedica a fazer da Fisk um centro de excelência em ensino.

A Fisk de Caçapava sempre acompanhou o avanço das técnicas pedagógicas e tecnológicas, buscando sempre a melhor forma de oferecer aos seus alunos  o compromisso de sua tradição e as conquistas da inovação.

A funcionária mais antiga da escola é a  Eunice Soares dos Santos, que há 37 anos é conhecida como a “Nice do Fisk” por seu comprometimento com a marca,  e a professora mais antiga é a Édna Furtado de Araújo, que há 35 anos faz parte da coordenação da escola juntamente com a Rita. Sempre unidas, e compartilhando os mesmos ideais educacionais, essa dupla de professoras, em conjunto com todos os outros professores, coordenadores e secretárias,  levou a Fisk sempre pelos melhores caminhos, o que pode ser medido pelas centenas e centenas de alunos formandos e de alunos pós graduados.

A coordenação geral da escola está a cargo de uma equipe multidisciplinar formada pelos psicólogos Davi Luz Soares Azevedo e Ana Luiza Luz Soares Azevedo e da psicopedagoga Natália Leite.

 

 

CONHEÇA A FUNDAÇÃO FISK

Há mais de 50 anos, a Fisk se dedica ao ensino de idiomas. Teve como base o inglês, incorporou o espanhol posteriormente e em 2008, introduziu o ensino de informática e o de português para brasileiros. Sua história começa com Richard H. Fisk , um americano nascido em Turnbridge, Vermont, que se apaixonou pelo Brasil em uma visita realizada em 1950. Graduado emlnternational Relations e com o diploma Master of Arts pelaSchool of Advanced International StudiesJohns Hopkins University, em Washington, D.C., Mr. Fisk, como é conhecido, decidiu permanecer no Brasil e passou a lecionar inglês no país.

Criou um método próprio, com base na solução das dificuldades específicas que os brasileiros apresentam ao aprender inglês. O sucesso do método Fisk gerou um crescimento vertiginoso, ampliando a escola para uma rede com quase 1.000 unidades, muitas delas franquias, espalhadas pela América do Norte e Sul, África e Ásia. Em 1992, foi criada a Fundação Richard H. Fisk, responsável pelas escolas Fisk, pela PBF – escola de idiomas, pela gráfica Support e pela Larry Publicidade e Propaganda e cuja missão é: “Produzir programas educacionais a fim de promover o ensino de idiomas com total qualidade e responsabilidade social, contribuindo para o desenvolvimento intelectual e cultural de alunos, professores e colaboradores.”

Visão: Ser no segmento de educação um referencial pela atuação de qualidade e respeito.

Valores: Ética, Transparência, Comprometimento e Responsabilidade.

mr_fisk

Como a Fisk começou

Richard Hugh Fisk veio ao Brasil foi em 1950 para visitar seu irmão que trabalhava no Consulado Americano de São Paulo. Gostou tanto da cidade que resolveu ficar. “Adorei o clima, a hospitalidade e achei inusitado o interesse dos brasileiros pela língua inglesa”, explica. Na época, o país passava por grandes transformações e a necessidade do idioma surgia como grande diferencial no mercado de trabalho.

Mr. Fisk começou então a lecionar inglês e, em 1951, passou a ministrar aulas na TV Tupi e na TV Rio. No programa semanal intitulado Escola de Inglês, ele fazia o papel de Mr. Pep, um professor que ensinava o idioma aos seus alunos, que eram na verdade atores. Com o sucesso do programa, ele começou a ser cada vez mais requisitado para ministrar aulas particulares.

Em pouco tempo, os negócios prosperaram e Mr. Fisk decidiu criar o seu próprio método de ensino, baseado nas dificuldades de aprendizado dos alunos brasileiros.
Sua ideia foi um sucesso e, com os primeiros resultados positivos, abriu sua própria escola em 1958. Localizada no bairro da Bela Vista, em São Paulo, sua primeira instituição de ensino do idioma inglês começou a funcionar com 60 alunos. Em pouco tempo, Mr. Fisk transformou essa pequena escola instalada em um sobrado alugado em uma verdadeira potência.

“No começo, Havia dois professores além de mim. Lembro que comprava apenas os materiais necessários, aqueles de que precisávamos de imediato. Assim que um aluno se matriculava, eu encomendava uma mesa e uma cadeira a mais. Fui caminhando devagar e os negócios foram crescendo”, relembra.

A fama da eficiência do método chegou a outros estados e foram tantos os interessados em utilizar a metodologia de ensino Fisk que, em 1962, iniciou-se o sistema de franquias, na época método Autorizado, sendo que os primeiros contratos foram feitos na base do “aperto de mão”.

No início dos anos 70, a rede já possuía cerca de 15 escolas. Trabalhando com sua ex-esposa, Zélia de Toledo Piza, que tomava conta da área administrativa, Mr. Fisk se encarregava da área comercial, além de ser o responsável por encontrar novas localidades para a instalação de escolas, supervisionar todas as operações e ainda apresentar programas na TV. Tudo isso sem se descuidar da área pedagógica.

Nos anos 80, a Fisk comemorou 30 anos com o seu 1º Congresso Internacional na cidade do Rio de Janeiro. Participaram desse encontro franqueados de toda a rede, que já contava com aproximadamente 400 escolas espalhadas pelo Brasil. Nessa época, a empresa passou a despertar o interesse de outros países da América Latina e foi inaugurada a primeira “Escuela Fisk” em Buenos Aires.

1951 – Aulas na TV Tupi
1958 – Abertura da primeira Escola Fisk em São Paulo, no bairro da Bela Vista
1962 – Surgem as primeiras franquias Fisk
1988 – Começo da expansão de franquias fora do Brasil
1992 – Nasce a Fundação Richard Hugh Fisk

Unidades e Cursos

São 1000 unidades espalhadas pelo mundo:

Brasil – 895
Argentina – 82
Japão – 15
EUA – 5
Paraguai – 2
Angola – 1

No Brasil, os cursos oferecidos são Inglês, Espanhol, Português para brasileiros e Informática.
No Japão, nos EUA, na Argentina e no Paraguai são oferecidos cursos de Inglês.
Em Angola, além dos cursos de Inglês e de Espanhol, serão implantados também os cursos de Português e de Informática.

A instituição oferece cursos de inglês para adultos e crianças a partir dos quatro anos de idade, cursos de espanhol para um público acima dos 13 anos, cursos de português para brasileiros para jovens e adultos que já tenham terminado o ensino regular e curso de informática para um público a partir de 12 anos.

Prêmios

  • - Mr. Fisk foi homenageado como Cidadão do Estado do Rio de Janeiro.
  • - Selo de Qualidade – ABF Associação Brasileira de Franchising.
  • - Prêmio Franqueador do Ano – ABF Associação Brasileira de Franchising. – Selo de Excelência em Franchising – ABF Associação Brasileira de Franchising. – Mr. Fisk foi homenageado como Cidadão Paulistano.
  • -Selo de Excelência em Franchising – ABF Associação Brasileira de Franchising.
  • - Selo de Excelência em Franchising – ABF Associação Brasileira de Franchising. – Prêmio Master Escolas como marca mais lembrada no segmento de escolas de idiomas. – Prêmio Destaque de Categoria “Master” do Selo de Excelência em Franchising – ABF Associação Brasileira de Franchising. – Top of Brands da Universidade Metodista do ABC.
  • Top of Brands da Universidade Metodista do ABC.
    – Selo de Excelência em Franchising - ABF Associação Brasileira de Franchising.
    - Prêmio 5 Estrelas – Melhores Franquias do Brasil da Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Ed. Globo.
  • Top of Mind Diário do Grande ABC como marca mais lembrada no segmento de escolas de idiomas da região do Grande ABC.
    - Top de Qualidade do Instituto de Estudos e Pesquisa da Qualidade. 
    - Prêmio Homem do Ano da AVB Produções para Bruno Caravati, vice-presidente da Fundação Richard Hugh Fisk pelo destaque na área empresarial e social. 
    - Selo de Excelência em Franchising - ABF Associação Brasileira de Franchising. 
    - Prêmio 5 Estrelas – Melhores Franquias do Brasil da Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Ed. Globo.
    - Top of Brands da Universidade Metodista do ABC.
    - Prêmio Quality Brasil – chancelado pela Sociedade Brasileira de Educação e Integração..
  • Top of Mind Diário do Grande ABC como marca mais lembrada no segmento de escolas de idiomas da região do Grande ABC.
    - Top of Mind A Tribuna como marca mais lembrada no segmento de escolas de idiomas da região do litoral sul de São Paulo, baixada santista e Vale do Ribeira.
    - Selo de Excelência em Franchising – ABF Associação Brasileira de Franchising.
    - Prêmio Franqueador do Ano – ABF Associação Brasileira de Franchising.
    - Prêmio As Melhores Franquias do Brasil – PEGN Pequenas Empresas & Grandes Negócios.